Doenças Pós-Carnaval: Quais são as mais comuns, os sintomas e como se proteger?

Tempo de leitura: 1 minuto

O fim do carnaval chegou e com ela começam também a surgir diversos casos de doenças ocorridas devido a irresponsabilidades e falta de cuidado por parte dos foliões, que esquecem-se de proteger-se ao longo dos dias de diversão. Muitos acabam por contrair doenças sexualmente transmissíveis por não usarem camisinha. E a maioria dessas demora a mostrar sinais, o que é altamente prejudicial a saúde. A AIDS é uma delas, porém não é a única.
Ao sair por aí, beijando várias bocas no meio do “bloquinho”, você pode contrair mononucleose, mais conhecida como doença do beijo. A gripe é outra doença facilmente disseminada ao longo do carnaval. Por se propagar rapidamente, principalmente em locais com grandes concentrações de gente,o cuidado deve ser redobrado nesses dias.

Sintomas e tratamento:
Dores no corpo, arrepios, fadiga, falta de ar e desidratação são características muito comuns das doenças citadas anteriormente. A Herpes, outra doença muito comum após o carnaval, apresenta-se por meio de feridas contagiosas ao redor da bocas ou órgãos genitais. Usar camisinha é o único método para se proteger contra ela e outras dst’s. Já a gripe e os resfriados, podem ser tratados com antigripais e outros remédios como xaropes, receitados por seu médico e facilmente encontrados nas farmácias. A tosse, as dores no corpo e a febre incomodam bastante, mas em questão de dias, você estará melhor.

Em caso do surgimento de um ou mais dos sintomas mencionados aqui, procure seu médico o quanto antes. Algumas doenças curam-se rapidamente, outras demoram um tempo a mais, necessitando cuidados mais intensos, logo, o diagnóstico e tratamento corretos são fundamentais para seu corpo se recuperar e você ficar bem. O Quanto antes você iniciar os procedimentos e tratamentos indicados pelo médico, melhor para sua saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *