Outubro Rosa: Como prevenir o câncer de mama e como identificar os sinais da mesma?

Tempo de leitura: 2 minutos

O Outubro Rosa é uma importante campanha com o intuito de  informar e conscientizar as mulheres e o restante da população acerca do câncer de mama. Ao longo do mês de Outubro falamos sobre prevenção, combate e tratamentos do mesmo e principalmente destacamos a importância do autoexame e da procura de um médico, quando se acha que algo pode estar errado.

O câncer de mama já matou muitas mulheres ao redor de todo o mundo. Porém, a doença pode ser curada se descoberta ainda cedo. Para tal, é necessário que as mulheres compareçam ao seu ginecologista periodicamente e, em caso de notar algum caroço ou algo de anormal na região dos seios, informar ao médico sobre isso, ouvindo e seguindo todas as suas orientações.

A quimioterapia e a radioterapia auxiliam no tratamento da doença, erradicando os tumores encontrados e proporcionando a cura das pacientes. Porém, este tratamento é longo e de certa forma doloroso, fazendo cair os cabelos das mulheres, o que muitas vezes causa um mal estar na paciente. Por isso, é necessário não somente o apoio de familiares e amigos, mas também o acompanhamento com um psicólogo, para que ela possa enfrentar esta luta com mais força e disposição.

Há alguns sinais e sintomas que ajudam a identificar esta doença. Eles são:
Nódulo único endurecido.

  • Irritação ou abaulamento de uma parte da mama.
  • Inchaço de toda ou parte de uma mama (mesmo que não se sinta um nódulo).
  • Edema (inchaço) da pele.
  • Eritema (vermelhidão) na pele.
  • Inversão do mamilo.
  • Sensação de massa ou nódulo em uma das mamas.
  • Sensação de nódulo aumentado na axila.
  • Espessamento ou retração da pele ou do mamilo.
  • Secreção sanguinolenta ou serosa pelos mamilos.
  • Inchaço do braço.
  • Dor na mama ou mamilo.

Caso você perceba algum deles, procure seu médico imediatamente. Não deixe de cuidar da sua vida, não deixe para amanhã, pois todo dia é importante e crucial para a cura do câncer de mama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *