Síndrome do Ovário Policístico – O que é e como tratar?

Tempo de leitura: 3 minutos

A SOP ou síndrome de ovários policísticos atinge milhões de mulheres não só aqui no Brasil, mas em todo o mundo.

Algumas convivem com este problema desde a adolescência, época em que o corpo está se transformando e se preparando para a fase adulta, sendo a principal modificação a menstruação. O distúrbio muitas vezes atrapalha os ciclos menstruais e em certos casos a mulher simplesmente deixa de menstruar, somente conseguindo com o auxílio de medicação específica – Os anticoncepcionais. 

Esta doença, que não tem cura, pode dificultar ou impossibilitar a gravidez, entre outros problemas. Porém o mesmo é tratável e a medicação ajuda a paciente a viver sua vida tranquilamente.
O que é a SOP?

A síndrome do ovário policístico é uma desordem do sistema endócrino caracterizada pela desregularização da menstruação ou pela não ocorrência da mesma, uma vez que os ovários estão impedidos pelos cistos que impedem o óvulo de chegar em seu destino final, para então, se desmanchar, dando início ao período menstrual.  A enfermidade também altera os níveis hormonais das pacientes e seu organismo passa a produzir mais testosterona – hormônio masculino – que o normal, o que por sua vez acarreta no crescimento de pêlos. 

A acne é outro problema enfrentado por essas mulheres. Apesar de ainda não se ter uma causa definida para sua ocorrência, estudos apontam que há uma possível ligação da Síndrome do ovário policístico com a questão da resistência  em o organismo das atingidas das enfermas em relação a ação da insulina. Por conta disso, quem convive com a doença precisa manter cuidado redobrado em relação ao consumo de açúcar, pois podem desenvolver diabetes tipo 2 mais facilmente. 

Como citado no início do texto, a SOP pode causar infertilidade. Também há, por parte das pacientes a dificuldade em emagrecer – sendo este um fator muito importante para que elas possam se manter mais saudáveis, pois o controle do peso é fundamental, uma vez que, estando acima do peso, é mais complicado para o corpo funcionar corretamente.

Como tratar a SOP?

É imprescindível que você consulte um ginecologista, um endocrinologista e um nutricionista, pois estes profissionais te ajudarão a controlar a SOP, indicando o tratamento, com as medicações e uma rotina alimentar que permita o controle do seu peso, sem exageros.

Embora pareça, o tratamento da síndrome de ovários policísticos não é nada complicado. Seu médico indicará o melhor método – O anticoncepcional mais indicado para você –  e, caso necessite, os demais remédios serão receitados pelo endocrinologista (como por exemplo remédios para controlar a insulina e inibidores de hormônios), além de uma reeducação alimentar prescrita pelo nutricionista, com todos os alimentos que podem e não podem ser consumidos em sua dieta.

A cirurgia também é uma opção, porém, antes de escolher a mesma, você deve conversar com seu ginecologista e realizar alguns exames que serão pedidos por ele, para saber se realmente seu caso é um dos que necessita de um procedimento cirúrgico. 

Não há motivos para temer ou odiar seu corpo ou a si mesma se você for portadora de SOP. Agora você já sabe que pode conviver com ela normalmente, apenas se cuidando e seguindo corretamente as instruções dos seus médicos. Se cuide! Sua saúde e seu corpo agradecem o empenho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *