Dia 21 de Março: Um dia especial para conscientizar-se

Tempo de leitura: 1 minuto

Uma data cheia de razões para se lutar. Neste dia comemoram-se, dentre outras coisas o dia mundial da infância, o dia  do combate ao preconceito racial e o dia internacional da síndrome de down.

Atualmente o cenário para as três classes citadas é bem complicado. Crianças no mundo inteiro são alvos de fome, abandono, violência física, mental e sexual. Muitas não estudam por terem de trabalhar para ajudar no sustento da família, outras tantas são vendidas como escravas sexuais, perdendo sua inocência, sua chance de ser alguém melhor, de ter uma vida melhor no futuro. Diversas perdem suas vidas diariamente para a violência, tendo suas vidas ceifadas precocemente.

A luta contra o ódio, preconceito, violência e racismo é diária, isso sabemos bem. Em suas batalhas diárias,essas classes e seus defensores visam a conscientização sobre suas causas, pois infelizmente a insignificância para muitos ainda é muito presente. O racismo e a falta de conhecimento sobre a síndrome de down, por exemplo, faz com que as pessoas alvo desses dois males enraizados na sociedade tenham dificuldades de se inserir em espaços como o do mercado de trabalho. Para muitos, as características físicas dessas pessoas os limitam, os tornam incapazes.

Já foi mais do que comprovado que isto não procede. Ser negro ou portador de down não faz uma pessoa ser menos do que as demais. Ao contrário, as diferenças apenas mostram o quanto todos são iguais, mesmo em suas diferenças. E essa é a causa mais importante nessas duas lutas: A busca pelo respeito e pela igualdade.  As mesmas se unem a outras motivações, tais como inclusão, dando mais voz e reforço à luta. Então é hora de todos nos unirmos e juntos buscarmos a extinção do ódio ao diferente, do preconceito e por mais cuidado para com as crianças do mundo inteiro. As crianças são literalmente o futuro do mundo e a esperança de dias melhores. Todos merecem ter seus direitos reservados,exercidos e  respeitados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *