Na Semana do Sono, hábitos simples que te ajudarão a dormir melhor

Tempo de leitura: 2 minutos

Uma vida saudável se resume, basicamente, a uma alimentação saudável, prática de atividades físicas e uma boa noite de sono. Esse terceiro item, no entanto, nem sempre traduz a realidade da população brasileira. De acordo com uma pesquisa feita pela Sociedade Brasileira de Neurofisiologia (SBNC), 45% dos brasileiros dormem mal e 52% acordam cansados. A sensação de cansaço no dia seguinte tem justificativa: a ausência de sono reparador, fundamental para a sensação de bem-estar.

O sono é um assunto tão importante que tem até data mundial em sua homenagem, comemorada este mês. No Brasil, a Associação Brasileira do Sono tradicionalmente promove a Semana do Sono, cujo tema em 2019 é “Dormir Bem É Envelhecer com Saúde”, reforçando a importância do ato para uma melhor qualidade de vida.

Se assim como boa parte da população brasileira você não dorme bem, fique atento a alguns hábitos simples que farão toda a diferença na sua noite:

1. Crie uma rotina de horários para dormir e acordar. Esse tipo de hábito é muito importante para regular o ciclo do sono, mesmo que você tenha dormido mal. Atenção também aos finais de semana, quando a tendência é relaxar em relação aos horários.

2. Evite ingerir bebidas com cafeína perto do horário de dormir. Esse tipo de produto possui estimulantes que podem atrapalhar na indução do sono e até mesmo causar insônia.

3. No jantar, opte por refeições leves e saudáveis. É importante não exagerar nem consumir alimentos que retardem a digestão, pois isso também influencia o sono.

4. Praticar atividades físicas é bom, mas evite-as antes de ir para a cama. A adrenalina liberada durante os exercícios pode atrapalhar o sono e causar insônia.

5. Coloque em prática a higiene do sono, conjunto de medidas que visa a preparação para um sono de melhor qualidade. Busque ambientes silenciosos, escuros e com temperatura agradável, e evite ficar em frente ao computador, tablet, celular ou televisão antes de dormir. A luz emitida por esses aparelhos pode dificultar o sono.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *