Vai ficar em casa durante as férias? Cuidado com as crianças!

Tempo de leitura: 3 minutos

As férias chegaram e se, por um lado, o período é de grande expectativa por parte das crianças, que ganham mais tempo para se divertir em casa, por outro, para os pais, é hora de se preocupar com detalhes que podem garantir o bem-estar e saúde dos pequenos. Por isso, nós da G-Tech ouvimos a pediatra e diretora médica do Prontobaby, Gina Sgorlon, para alertar quais cuidados os pais devem ter nessa época do ano.

Crianças pequenas costumam ser as mais atingidas durante as férias, pois passam a ficar mais tempo sem supervisão dentro de casa. A médica explica que, como os responsáveis acreditam que no ambiente doméstico elas estejam protegidas, acabam por não identificar riscos em potencial e não tomam providencias necessárias. Seguem algumas dicas para  aumentar a segurança das crianças:

Salas e quartos

  • Piso molhado, muito liso e tapetes soltos representam risco de quedas. Opte por pisos e tapetes antiderrapantes, ou retire itens escorregadios do ambiente.
  • Instale portões de segurança, grades, travas e/ou redes de proteção em janelas, sacadas, mezaninos e no topo e na base de escadas.
  • Atenção a fios elétricos desencapados e tomadas elétricas. Para evitar choques, use tampas, fita isolante ou mesmo móveis como barreira, para não permitir o acesso.
  • Objetos pequenos como brinquedos, botões e moedas podem causar sufocações. Todos que contém partes pequenas devem ser guardados em caixas ou locais fechados.
  • Cortinas e persianas que possuam cordas oferecem risco real de estrangulamento. Mantenha os fios em uma altura que não seja acessível à criança fazendo um nó ou prendendo com um pregador.
  • Cuidado com as quinas. Se possível, opte sempre por móveis com quinas arredondadas ou use um protetor específico.
  • Móveis (inclusive cama e sofá) devem ser sempre mantidos longe de janelas e cortinas, nunca embaixo. Eles podem ser usados para escalar.
  • Verifique se existem plantas ao alcance da criança e se essas não são venenosas, ou apresentam perigo para os pequenos, como espinhos ou partes pontiagudas.

Cozinha e Área de Serviço

  •  O fogão é o maior causador de acidentes na cozinha. Por isso, opte apenas pelas bocas de trás e mantenha todos os cabos de panelas virados para dentro.
  • Guarde fósforos, isqueiros, sacos plásticos, substâncias como álcool, materiais de limpeza, objetos que quebram, talheres e facas em locais altos, ou trancados, o mais distante do alcance das crianças.
  • Nunca deixe pontas de facas ou de garfos expostas. Os cabos dos talheres devem ficar para cima no escorredor de louça.
  • Evite colocar toalhas compridas sobre qualquer superfície. As crianças podem puxá-las e, se houver algo em cima pode cair sobre os pequenos.
  • O recipiente de lixo precisa ser fechado com tampa e, se possível, não ficar em altura que a criança alcance.
  • Na lavanderia, baldes e bacias devem ser mantidos vazios e guardados virados para baixo.

Banheiros

  • Procure manter a tampa da privada lacrada com dispositivo de segurança específico. Se não for possível, tenha o hábito de deixar a porta trancada.
  • Jamais deixe uma criança na banheira sem supervisão, nem por alguns segundos, ou mesmo com pouca quantidade de água. E sempre esvazie o recipiente depois de usá-lo.
  • Guarde utensílios e aparelhos como tesouras, lâminas, pranchas e secadores de cabelo em espaços fora do alcance das crianças.
  • Tranque o compartimento de remédios, produtos de higiene pessoal, antissépticos bucais e outros produtos que apresentem perigo de intoxicação.
  • Evite deixar banquinhos ou plataformas dando acesso à pia.
  • Use materiais antiderrapantes no piso para evitar quedas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *