Nós podemos tudo, menos produzir insulina!

Tempo de leitura: 1 minuto

Por Wilian Belisário
Nesta quarta-feira, 14 de novembro, é celebrado o Dia Mundial do Diabetes. Uma data para conscientizar e educar a população em relação ao Diabetes.
 
Eu sou Wilian Belisário, tenho 25 anos, moro no Rio de Janeiro e estou me graduando em Nutrição. Minha história com o Diabetes começou em 2011. Eu pesava mais de 100 quilos e tinha um estilo de vida super sedentário. A princípio, baseado no meu estilo de vida, a médica “achou” que estava com Diabetes tipo 2 e assim fui diagnosticado.
 
Dois anos se passaram com o tratamento prescrito pela médica. Neste período, eliminei muitos quilos, tomava medicamentos por via oral e apresentava um quadro de sintomas desagradável como, por exemplo, boca seca, mau humor, fome, estresse e micção abundante. Não faltava um dia sequer aos treinos de atividade física, com alimentação restritiva e, apesar de ter emagrecido muito, não me sentia bem. 
 
Inconformado, passei a pesquisar sobre a doença e cheguei à conclusão de que eu tinha Diabetes tipo 1, aquele em que precisamos fazer uso de insulina. Imediatamente, marquei consulta com outro médico que, após requisitar uma série de exames, confirmou que eu realmente estava certo. Foi ali que iniciamos o tratamento correto e prontamente me senti melhor.
 
É incrível admitir, mas aprendi muito com o Diabetes! Passei a valorizar mais a vida, me tornei disciplinado com a prática de atividade física e alimentação balanceada. E, sim, meus exames estão sempre em dia.
 
Quer uma dica? Quando estiver cansado do tratamento ou dos cuidados do dia a dia, trace algum objetivo, pensando nas pessoas que convivem com você e o amam. E acredite: os familiares e amigos também sofrem com a sua doença. Seja grato a elas e faça o seu melhor. Nós podemos tudo, menos produzir insulina!
 
Quer saber mais sobre o meu dia a dia? Me siga no instagram @amigosediabetes ou acompanhe o meu canal www.youtube.com/amigosediabetes.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *